Além das Entrevistas e do FANADDICTION, outra sessão que volta hoje ao Blog é ALTER EGOS, uma visão particular sobre fases marcantes de nossa rainha.

Em 1989, Madonna lançava LIKE A PRAYER, um disco maduro e muito pessoal, onde ela exorcizava alguns fantasmas particulares como sua relação com o pai, a morte de sua mãe e a separação de seu então marido, o ator Sean Penn.



Um ano antes de lançar LIKE A PRAYER, Madonna percebeu que seu casamento não ia bem e decidiu focar-se na música para se "proteger". O resultado nós sabemos: LIKE A PRAYER um disco excelente, porém denso e em certos temas, até pesado. Esse álbum refletia o estado de espírito que Madonna se encontrava naquele período e não foi a toa que Madonna passou praticamente todo o ano de 1988 e início de 1989 com cabelos escuros. O que para muitos parecia ser uma simples mudança de imagem ( onde Madonna se encontrava lindissima, diga-se de passagem) , na verdade caminhava junto com a intenção de Madonna de, de repente, sentir-se mais "normal" e menos "popstar", já que, embora buscasse muito o sucesso, desde que sua carreira deslanchou, a vida pessoal de Madonna virou um caos. Era o preço do sucesso.



Com todas essas referencias pessoais no disco, nada mais óbvio que o material fotográfico e promocional que acompahasse LIKE A PRAYER fosse assim: Cheio de pistas do que era a verdadeira vida de Madonna. Uma garota católica, que teme decepcionar seu pai, que sente muitas saudades da mãe e que ainda conversa com ela a noite. Uma mulher forte mas que sofre por amor e pela perda dele. Embora lamente que ele esteja indo embora, admite que não pode continuar sendo a "esposazinha". Não há necessidade de Glamour ou de ser a "diva". Ela precisava ser ela mesma naquele momento, para que pudesse crescer. Só que ela acabou fazendo isso na frente do mundo inteiro.


O cabelo escuro não era proposital. A calça Jeans e os rosários na capa também não. Nem mesmo a essência de Patchuli estava ali impregnada no disco a toa. LIKE A PRAYER dava Adeus de vez à garota Madonna. Dali pra frente, ela se tornaria "maior de idade"e suas facetas seguiriam o mesmo caminho...