Isso mesmo! A sessão ENTREVISTAS está de volta! Eu falei sobre isso no post do dia 31/12 e nada melhor do que marcar este retorno com uma entrevista com Inco Muller, que a´lém de ser um grande amigo é uma das maiores fontes de compartilhamento de arquivos Madonnicos no Cyber Space. Nesta entrevista podemos conhecer um pouco mais sobre ele, seu trabalho e seu amor pela rainha do Pop.

1) Bom, antes de tudo não vou fazer uma pergunta. Vou comentar que estou muito feliz em entrevistar você. E confortável com isto também! Obrigado por ceder seu tempo para isso. Sei o quanto é ocupado, então, Obrigado Mesmo.
R: Alê é um prazer conversar com você e poder dividir com nossos amigos as minhas idéias. Como já tinha te dito, eu ansiava por esta entrevista e poder estar afzendo parte das comemorações dos dois anos do TWENTY5&MORE é uma grande honra. Não é segredo nenhum o quanto eu admiro você, meu "irmão cibernético", sem falar nas várias vezes em que tivemos e temos idéias semelhantes. Vamos às perguntas? Olha eu aqui no Twenty5!!

2) Inco, como começou sua paixão por Madonna?
R: Acredito que para fãs veteranos como nós, o início foi bem semelhante. Lembro-me de ser bem pequeno e já ouvia LIKE A VIRGIN e MATERIAL GIRL, mas nem sabia ou me importava com quem cantava. Quando descobri quem cantava, comprei o THE IMMACULATTE COLLECTION, depois EROTICA. Cogitei ir ao THE GIRLIE SHOW, mas eu era muito pequeno. Com o lançamento de BEDTIME STORIES, tudo mudou. Madonna já não era mais uma desconhecida e eu já não era fã. Era fanático! Tudo era Madonna. Comprava tudo, participei de muitos fãs-clubes, ganhei e perdi concursos. Madonna era meu ar. E foi assim que ela entrou na minha vida: Dividindo seu segredo comigo.




3) Quando decidiu se tronar uma das maiores fontes de compartilhamento de arquivos Madonnicos da Internet?
R: Faz anos que faço Downloads e de repente pensei em compartilhar também. Montei alguns pacotes e depois de um tempo dei um nome ao projeto que eu estava desenvolvendo: HOLIDAY SHARE. Então montei pacotes mais elaborados como FORGET YOUR PROBLEMS e logo após veio meu projeto mais bem sucedido: MAD PACK. Cheguei a lançar dois por semana e os fãs adoraram. MAD PACK já está no seu 34º volume e o 35º já está a caminho. Em 31 de março de 2009, inspirado pelo TWENTY5&MORE resolvi abrir o blog HOLIDAY SHARE e com ele meu trabalho se expandiu e chegou ao mundo todo, e graças a Deus, bem recebido.

4) O que há de melhor e de pior em compartilhar Madonna?
R: Ótima pergunta! O melhor é quando você tem retorno. Quando eu fazia os lançamentos no Orkut, eu recebia comentários e elogios. Um elogio em especial sobre o álbum PROJECT: MADONNA que trazia arquivos das bandas Emmy & The Emmys e The Breakfast Club foi um impulso para eu continuar com meu trabalho e abrir o Blog. Peço licença para agradecer ao Thiago pelo elogio e a todos que fazem o mesmo. O pior é justamente quando não há esse retorno... nenhum comentário, elogio, sugestão ou crítica. Nada. Isso acaba com o ânimo do blogueiro. Acabei desabafando, ams é verdade.

5) Na sua opinião, qual o melhor e o pior: Álbum, Música, Video Clipe, Show, Filme e single ( incluindo remixes oficiais)?
R: MELHOR: Álbum: RAY OF LIGHT ( único!).
Música: Muda conforme eu mudo. No meu atual momento é HUNG UP.
Vídeo Clipe: Tenho vários, mas acredito que RAIN resume tudo que Madonna é clipes. é perfeito!
Show: RE-INVENTION TOUR. Com destaque para PAPA DON´T PREACH e MUSIC.
Filme: WHO´S THAT GIRL, mas também amo Susan e Evita.
Single: SECRET mas o de RESCUE ME também é incrível.
PIOR: Álbum: EROTICA
Música: EROTICA, logo após vem I KNOW IT, CRY BABY, GIVE IT 2 ME e SPANISH LESSON.
Vídeo Clipe: Embora não goste de GIVE IT 2 ME, JUMP e HOLLYWOOD, acredito que CELEBRATION é o pior porque para um evento de comemoração de mais de 25 anos de carreira, o video foi muito pobre.
Filme: CORPO EM EVIDÊNCIA
Show: STICKY & SWEET tem bons momentos, mas faltou alguma coisa, ou sobrou Hard Candy, rs.
Single: HUMAN NATURE, BYE BYE BABY e GET TOGETHER.

6) Se você pudesse produzir um video clipe para Madonna, qual seria? E como seria?
R: Adoro imaginar isso. Adoraria produzir ou ver um vídeo para ONE MORE CHANCE. Seria um video em preto e branco, rodado em Londres, haveria chuva, vidros embaçados, lágrimas. E eu também adoraria ver um vídeo para MER GIRL dirigido por Tim Burton, já pensou? Cemitérios, árvores gigantescas e Madonna correndo numa colina entre tempestades e raios.

7) Sei que você não curte muito o álbum EROTICA, mas será que você não foi um dos que não compreendeu o conceito "libertador" do álbum? Tô falando isso porque na época, eu ouvia o disco escondido, achando que as pessoas iam entender o que ela cantava e iam me censurar, rs. Era um prazer proibido pra mim, que fui descobrindo aos poucos...
R: Primeiramente quero dizer que respeito a opinião de todos, mas nem sempre aceito. E sei que isso acontece com vocês também. Sou fã de Madonna mas nem por isso sou obrigado a aceitar ou gostar de tudo que ela faz. EROTICA, é na minha opinião totalmente descartável e desnecessário, embora eu tenha entendido a proposta do álbum. Madonna não precisava disso depois de álbuns como LIKE A PRAYER e I´M BREATHLESS. Com EROTICA ela parece uma cantora novata querendo mídia. Conseguiu, lógico, mas ninguém prestou atenção no conteúdo musical, só viram o sexual. Foi uma proposta totalmente desnecessária. Nem o livro Sex eu tenho. O disco tem contrastes grandes. Chego a rir quando ela canta a morte do amigo de AIDS e canta uma vida desregrada em EROTICA. Mas Madonna foi vista, ouvida, criticada, amada e odiada em EROTICA. Eu simplesmente não gosto e conheço muitos fãs que também não gostam.

8) Curiosamente, outros álbuns dela que também são conceituais como EROTICA estão entre seus favoritos. São eles: RAY OF LIGHT e AMERICAN LIFE. Ambos são álbuns "libertadores". Esses álbuns contrastam na sua opinião. Comente isso.
R: RAY OF LIGHT é único! A obra prima de Madonna. Esse disco traduz perfeitamente os sentimentos de Madonna, que dava uma guinada na sua carreira e na sua vida naquele momento: Ganhou o papel em Evita, ganhou o Globo de Ouro e tornou-se mãe. Quando comprei o disco fiquei extasiado. Já AMERICAN LIFE traz uma sonoridade acústica que eu adoro e mostrou uma Madonna mais madura e interessada no mundo ao seu redor. Ela começou a criticar a guerra e a futilidade e exorcizou fantasmas pessoais. Mas apesar de tantos elogios, este disco não está no meu Top 3, que é formado por Bedtime Stories, Confessions on a Dancefloor e Ray Of Light.

9) Uma pergunta bem de amigo: Você é um colecionador? Qual o seu item favorito da rainha?
R: Já coelcionei muito, mas não coleciono mais. Já comprei muita coisa há tempos atrás. Para os leitores mais jovens, antigamente a gente tinah que pagar por tudo se queria ter alguma coisa, porque não havia pessoas como eu, Alê e Henka & Haton, por exemplo que disponibilizavam os arquivos pros outros. Certa vez paguei cerca de 200r$ por uma cópia de THE GIRLIE SHOW live from Canadá, que parece pouco hoje, mas na época era muito. Meu item favorito é bem simples mas me encheu de emoção: Uma fita k7 com 3 demos da Emmy & the Emmys. Esperei muito por esta fita que continha além dessas músicas, I´LL REMEMBER instrumental e outras canções. Um item que desejo muito é um single de BEDTIME STORY que vem em formato de livreto com gravuras.



10) Agora você nos surpreende como Dj. Como decidiu entrar nesse ramo?
R: Gostei do "surpreende" Adoro remixes e admiro o trabalho de muitos remixers. Certa vez vi uma apresentação acadêmica de uma amiga, entre uma de suas citações uma me chamou a atenção: "Não encontrando o tipo de música qu quero, resolvi produzi-la. Depois disso decidi fazer uns testes com uma Acapella de LIVE TO TELL numa versão em português feita por um amigo chamado Enock e também com vocais de Madonna, mas não imaginei que fosse repercutir tão bem. Tenho muitas coisas ainda guardadas pra lançar. Agradeço aos amigos Dri Barbous, Donny e Henka e Haton por sua paciência e por suas dicas, bem como agradeço a supervisão de meu "irmão" Dubtronic. E claro, muito obrigado a todos que aceitaram e estão curtindo meus remixes. Alê, obrigado por lançar aqui no Twenty5 também!

11) Uma pergunta mais pessoal: Já te acusaram de ser um Fake? Já me perguntaram se você é real ou se é um pseudônimo que eu uso ou um alter ego meu ( risos).
R: Já fizeram essa pergunta diversas vezes e a história é longa. Vou tentar resumir. Uma vez entrei num site de relacionamentos, tinha diversos amigos e tudo mais. daí minhas fotos foram roubadas e meu perfil clonado. Mudaram também as comunidades e mandaram vários recados imorais para todos os meus amigos. Perdi até algusn deles por conta disso. Decidi que não iria me expor mais e por eu ter um nome incomum e não ter fotos no perfil, muitas pessoas pensam que eu sou fake, e é até emngraçado isso. Mas perder amigos, eu não arrisco mais por conta disso.

12) Inco Muller por Inco Muller?
R: Sou um cara divertido, exigente, observador, tímido e por vezes depressivo. Ambicioso e determinado. Um amigo que pode facilmente se tornar seu melhor amigo.

Alê, muito obrigado pela entrevista. Sou seu fã. Sucesso e saúde pra você e nossos amigos que tem nos acompanhado nesses mais de 3 anos de compartilhamento. Obtrigado a todos!

Imagina Inco, eu que agradeço a oportunidade. Você sabe que sou seu fã também. um forte abraço!

PS: Inco ainda cedeu um remix inédito de presente para o Blog. Ja já ele estará aqui. Aguardem!