Esse aqui até que não é um item tão raro, mas não deixa de ser especial. Lembro que quando vi este disco pela primeira vez ao vivo na casa de um amigo até estranhei, porque, a primeira vez que vi esse disco foi numa revista em 1989 e a capa que ilustrava era outra, aquela com a foto colorida usada na re-edição do disco.



Consegui comprar a minha cópia do primeiro disco de Madonna em 1990. Eu pedi de presente de aniversário. Achei esse disco perdido numa loja em meio a vários IMMACULATE COLLECTION (que por ser em vinil duplo era carííííssimo na época, por isso não comprei) e a discos de Elton John e Technothronic. Apesar de novissimo ( e está muito conservado até hoje) este era um disco "velho", e por isso nem foi muito caro.

Um ano depois, esse disco virou uma raridade e eu me orgulhava de ter uma cópia de MADONNA, tanto que levava pra escola e exibia pra todo mundo. Vinis eram bem populares, mas este não. Os vinis de Madonna voltariam a ser prensados com força total em 1993, quando ela esteve no Brasil com o THE GIRLIE SHOW e então o país foi inundado com produtos Madonnicos e assim aumentei minha coleção. Mas essa é uma história para outro capítulo.



O legal desse disco é que além de ser um marco na música pop, a clássica capa em formato vinil é bem mais bonita, por ser grandona e além do mais, a versão de BURNING UP em vinil é diferente da versão em Cd. Por anos e anos eu gostei muito mais da versão do LP. O único problema é que tem um adesivozinho da loja colado na capa! Na época nem dei muita importância porque eu era criança. Como todo fã deve ter um carinho especial pelo primeiro disco de seu ídolo, comigo não seria diferente. Por isso, ele merece aparecer nesta sessão, apesar de não ser nenhuma raridade!